M U N D O C àO

Este título foi-me inspirado pela insensível atitude tomada por alguns jornais e jornalistas, perante uma tragédia que emocionou todos que dela tiveram conhecimento – a súbita e acidental morte de um jóvem de 29 anos,filho único, com vida estável e futuro promissor,na piscina da quinta de um amigo.Acontecia porém, ser filho de figura pública.

“FESTA TRÁGICA REGADA A ALCOOL” — “VIDA BOÉMIA” foram os títulos utilizados na Comunicação Social para encimar os artigos escritos sobre os acontecimentos. Atraentes, provocantes, têm leitura garantida.É o que interessa.

A ideia de que tais títulos possam vender mais jornais e revistas,fazem esquecer não respeitar, a dor de uma Mãe que perdeu o seu único filho, que para ela “era o amor que nos consola a alma“. Que dirigindo-se a Deus, escreve – “O muito que tinha foi para junto de TI”.” Rogo-te meu Pai, que pronto me leves a vê-lo”. Tristeza, dor infinita.

Conhecedora do meio jornalistico,bem pediu que não houvesse especulações sobre o ocorrido. O seu pedido não foi levado em consideração.Nem o facto de ser, igualmente, jornalista, desmotivou os seus colegas. Nada foi respeitado.

O egoísmo,a falta de sentimentos, sensibilidade, a ambição de protagonismo não poupou ninguém, nem mesmo uma colega. Este comportamento elucida-nos bem do mundo cão em que vivemos.

Carlos Patrício Álvares

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: