J O Ã O M A C H A C A Z

Por motivos imprevistos perdi o email que usava. Para os que, eventualmente me queiram contatar, deixo aqui o meu novo email : carlosalvares1926@gmail.com.
Tenho esperança que seja aproveitado. (esta informação vai por aqui porque não sei fazer de outro modo)

Foi com surpresa que tomei conhecimento de que este excelente FORCADO, tinha deixado voluntariamente a chefia do Grupo de Forcados Amadores do Ribatejo. Por agora não sei ao certo qual a causa de tão drástica decisão, tão contrária à sua grande aficion.

E, se Pedro Espinheira que o vai substituir, nos dá garantia de êxito, o percurso de João Machacaz é difícil de igualar. Fisicamente  poderoso. Gostando do risco que a pega de toiros tem. De indiscutível valentia. Voluntarioso, pegador conhecedor, sabendo conduzir os elementos do seu Grupo, conseguira que este se destacasse de entre a amalgama de Grupos e grupelhos agora existentes. E terá sido esse  sucesso o causador do seu súbito abandono da chefia do GFAR.

Vestir a farda de Forcado e mesmo que em lugar modesto, poder dizer que se pertence a um grupo de forcados, para mais se for dos mais prestigiados, são motivações que atraem muitos jovens desejosos de protagonismo. Contudo, sem valor para o conseguirem na arena, diante dos toiros, tentam obtê-lo  com intrigas ou, frustrados, desfazendo nos que o ganharam merecidamente. É a estes que João Machacaz incomodou.

De tal forma que ele, espírito de FORCADO, habituado a enfrentar os perigos e as dificuldades de “caras”, incapaz de usar, como eles, subterfúgios manhosos para conseguir os seus intentos, resolveu afastar-se de tal ambiente. Oposto aquele que deve existir (e já existiu) no mundo dos Forcados onde é (ou era…) tradição as questões resolverem-se de forma clara, “de caras”, e não manhosa e habilidosamente, por vezes servindo-se de posições privilegiadas a que ascenderam mais por compadrio do que por mérito.

Mas João Machacaz sai de cabeça erguida. Pelo seu comportamento como Forcado e Cabo, será sempre lembrado. Não precisa de atacar ninguém para que falem no seu nome como, descaradamente, fazem alguns atrevidos que apenas andaram mascarados de forcado.

Pedro Espinheira tomou o difícil encargo de o substituir. Todavia, pelo que já demonstrou, estou convencido que conseguirá, pelo menos, manter o Grupo de Forcados Amadores do Ribatejo no nível a que João Machacaz o guindou e tanta inveja causa a outros grupos de forcados.

Carlos Patrício ÁLVARES (cHAUBET)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: